Sejam todos muito bem-vindos! Depois de um ano de sucesso é chegada a hora de "mimar" o nosso blogue alterando-lhe o visual... ;) Alteram-se umas coisas, mas continua-se a apostar no mais importante: Partilha, Estudo e Brincadeira... para que possamos aprender sempre um pouco mais! Portanto mãos à obra, pois "Saber é Poder"!!! ;) Hugs and Kisses
RSS

quinta-feira, 14 de setembro de 2017

calendário escolar 2017/2018


Para que possam organizar o vosso estudo, basta imprimir!!

sábado, 17 de junho de 2017

férias ;)



A todos os "meus meninos" desejo umas boas férias!!!
Aproveitem para descansar e ler um , dois, três bons livros à beira mar... ;)
beijinhos e bom descanso para todos!

sexta-feira, 16 de junho de 2017

Histórias contadas

Hoje tivemos o pai do nosso Pica na escola...veio apresentar a sua guitarra portuguesa e tocar para nós, mas acabou por fazer ainda o que pedi que todos os pais fizessem para a atividade: Histórias contadas - falar do seu  percurso enquanto estudante e da importância do estudo ao longo da sua vida/carreira profissional!
Um excelente testemunho Sr Luís Guerreiro ;) Obrigada


Wikipédia:
"Luís Guerreiro é um guitarrista português, actualmente é um dos expoentes da guitarra portuguesa contemporânea.
Foi por influência do pai que se lhe despertou a curiosidade para este instrumento musical, e consequentemente para o fado, recebendo com apenas 10 anos pela mão deste, a sua primeira guitarra. Seguiu-se uma incursão numa academia de música em Alcoitão, onde veio a conhecer António Parreira, com quem começou a ter aulas particulares.
Surgiu em seguida a oportunidade de tocar no Forte Dom Rodrigo, inicialmente como convidado, posteriormente substituindo António Parreira sempre que este se encontrava ausente. E durante três anos consecutivos participou em concursos organizados pela Academia da Guitarra Portuguesa. Passou por algumas das principais casas de fado de Lisboa, incluindo Adega Machado. Tocou para fadistas como Maria Amélia Proença ou Celeste Rodrigues.
Em 2001 dá o seu primeiro concerto individual no CCB, tocando a sua guitarra portuguesa. No mesmo ano, surge o primeiro contacto com Mariza, vindo a integrar de forma permanente o elenco de músicos da artista a partir de Fevereiro de 2003.[1] Entre os palcos que já pisou como guitarrista de Mariza, constam o Royal Albert HallLondres, a Ópera de SydneySydney, o Grande Auditório do CCBLisboa, o Walt Disney Concert HallLos Angeles, o Carnegie HallNova Iorque, e o Pavilhão AtlânticoLisboa.
O trabalho de Luís Guerreiro ficou também documentado no museu do fado, num painel onde se exibem as fotos dos virtuosos da guitarra portuguesa, e no documentário da BBCMariza and the Story of Fado concretizado em 2005.
Luís Guerreiro acompanha em 2012 a fadista Carminho...."



quinta-feira, 8 de junho de 2017

Concurso Poesia a 3 línguas



Parabéns 
aos meus queridos alunos que tão bem representaram as suas turmas no concurso de Poesia a 3 Línguas, com as nossa Poesia a Brincar!

Poesia a brincar!



Nas últimas aulas a professora lançou-nos um desafio: na sequência das aulas de poesia que temos estado a dar, a professora levou-nos para o recreio e pediu-nos que nos inspirássemos na Natureza, nos objetos do dia –a-dia e deixássemos fluir a nossa imaginação.
A ideia era fazermos poemas que nos divertissem…. Trabalhamos ao ar livre e em equipa e o resultado foram vários poemas.
Hoje registamos aqui apenas alguns.

Esperamos que gostem!

A cama

A minha cama é estranha…
É muito irregular!
Não sei o que se passa com esta cama castanha,
Mas já me estou a irritar!

Ela não me deixa dormir,
Acho que nunca vou conseguir,
Que ela fique normal,
Só peço por favor, não me ponham a dormir no quintal!

Deve ser do cobertor,
Que não combina com a sua cor,
O que lá devo pôr?
Algo que não me faça calor?!?
R.A.




Computador

Tenho um computador
Que não me deixa jogar,
Cada vez que tento ganhar
O computador fica a reclamar.

Acho que me vou arreliar,
Pois ele está-se a aproveitar,
Só faz isto para me “aziar”
E não me deixar jogar…

Será do calor?!
Ou é para me provocar?
Já me estou a passar,
Com este provocador!!
R.A.




A minha caminha

A minha caminha
É muito sensível
Cada vez que lhe toco
Fica invisível.

Coloquei-lhe um lençol,
Muito animado,
Mal lhe toco
Fica todo molhado!

Esta cama é muito especial,
É a minha caminha …
E eu não a levo a mal.




A meia

Eu tenho uma meia
Que nunca está contente
Ela acha-se tão feia
Que desejava ser transparente.
Sandra



O meu lápis

O meu lápis
só sabe escrever
já lhe ensinei,
mas ele não consegue ler.

Um dia fartou-se de mim
E decidiu não me obedecer
Até eu enlouquecer…

Agora está apaixonado
E nem se mostra envergonhado,
Só pensa na borboleta
E não me liga a mim, nem à caneta!

Adriana




Marmita

Eu tenho uma marmita
Que é muito catita
Sonha ser uma pá
E por isso teima em ser tão má!

Não gosta de sujidade
Isso é uma grande verdade,
Mas adora sabão
E que lhe peguem com a mão!

Tudo isto está relacionado,
Mesmo que digam que não…
Isto hoje vai haver
Um grande festão!

Martim Crespo





A bola

Tenho uma bolinha
que joga sozinha
Ensinei-a a jogar.
E ela já não quer parar…

Conheceu o meu cão
E ganhou uma nova paixão…

Esta bola não quer entender,
Que é seu dever
Me entreter…
E o meu cão
Deixar de ver!

Manuel





Estojo

Eu tenho um estojo,
Que é muito trapalhão
Ai este estojo roxo
Que está sempre a cair ao chão

Um dia chocou com o transferidor
Coitado dele
Estava cheio de pavor!

Ajudem-no por favor,
Pobre estojo,
Só causará terror!

Safira





Mochila colorida

Tenho uma mochila colorida,
Que não gosta da escola
Cada vez que a carrego
Parece uma bola

Não sei se é birra
Ou se é capricho
O que é certo
É que vira bicho!

Cada vez que a tento convencer
Que na escola se pode aprender
De forma divertida
Ela ganha nova vida!

Madalena






O livro

Eu tinha um livro
Na minha prateleira
Que era de couro
E tinha uma esteira.

O livro falava,
Parecia que voava…
Passava o dia a sonhar
Em um dia poder ver o mar!

Resolvi levá-lo à praia,
Mas guardei-o na geleira,
Quando fui para a água
Só fazia barulheira!

O candeeiro
Estava em casa a ler um livro
A luz desligava
E eu perguntava o que se passava!?

Liguei a luz do candeeiro,
Mas ele não gostou,
Até corou…

Não sabia o que mais lhe fazer,
Alguém me consegue esclarecer?!         






quinta-feira, 1 de junho de 2017

Concurso: palavras voadoras



Parabéns
 ao nosso Martim Guerreiro que tão bem representou a sua turma no concurso!

sexta-feira, 19 de maio de 2017

Outdoor classroom Day - 18 maio


O sucesso foi tal, que voltou a repetir-se... e nós não podíamos faltar! 
Desta vez, fez-se POESIA!
Excelente iniciativa. 
Os alunos adoram trabalhar ao ar livre, por isso vamos repetir muitas vezes até ao final do ano letivo :)





quinta-feira, 18 de maio de 2017

Robinson Crusoé - leitura digital

Neste post encontram várias versões do livro... basta clicarem na imagem e embarcar nesta aventura!!! BOAS LEITURAS!!!



Clica na imagem e começa a aventura ;)







segunda-feira, 15 de maio de 2017

Para o teste de maio!

Meninos do 6ºC e E:

Cá vai:
1- Texto e perguntas sobre o texto;
2- Texto dramático (ato/cena/ indicações cénicas; caracterização física e psicológica, ...)
3- Gramática: palavras derivadas e compostas; funções sintáticas, vocativo, modificador do grupo verbal (nome, verbo, pronome, advérbio, preposição, adjectivo, tempos e modos verbais estudados...) frase simples e frase complexa;
4- Composição: um dos 3 temas:  carta familiar;  texto autobiográfico -Redige o texto, apresentando as informações por ordem cronológica, na primeira pessoa. Deves indicar os dados mais importantes da tua vida, procurando ser original.- ou outro tema surpresa!.  (de 140 a 200 palavras).


Robinson Crusoé - livro pdf /slideshare


sábado, 6 de maio de 2017

recursos expressivos - texto poético

Repetição expressiva – é um recurso que serve para dar relevo a uma ideia e/ou para produzir um determinado efeito sonoro. É a repetição de uma palavra ou expressão, para tornar o texto mais expressivo.
Ex: As ondas subiam, subiam, subiam…
Personificação – é um recurso expressivo que consiste na atribuição de características humanas a um animal irracional ou a um ser inanimado. Basta um destes seres ser dotado de fala para se encontrar personificado.
Ex: A raposa disse ao corvo que havia uma nova lei entre os animais do bosque.
Comparação – é a relação entre duas realidades diferentes, através das expressões: como, parece, assim, tal como, parecido com…
Ex: Os olhos de Joana eram azuis como safiras
Enumeração – Consiste na utilização de palavras da mesma categoria gramatical de forma sucessiva, para especificar ou exemplificar algo.
Ex: A Joana tinha uma arca cheia de coisas belas e preciosas: colares, pulseiras, brincos, medalhas
Adjetivação – Consiste na utilização de um ou mais adjetivos, de forma a tornar o texto mais expressivo.
Ex: As ondas do mar eram leves, brancas e espumosas.
Onomatopeia – É um recurso expressivo que consiste na imitação de sons da realidade.
Ex: Miau! Miau!; Pum! Pum!; Truz, truz! Truz!


Ler mais: http://segundociclo.webnode.pt/products/recursos-expressivos/



quinta-feira, 4 de maio de 2017

texto poético - apontamentos escola virtual


quarta-feira, 3 de maio de 2017

texto poético

terça-feira, 2 de maio de 2017

texto poético

TEXTO POÉTICO
O texto poético apresenta-se, normalmente, em verso e tem como objectivo despertar a sensibilidade do leitor. Assim, a linguagem é mais expressiva, dando-se especial atenção ao ritmo e à musicalidade.
Chamamos poema a um texto escrito em verso.
Verso é cada uma das linhas de um poema.
Estrofe é um conjunto de versos. As estrofes são separadas por um espaço em branco. Uma estrofe pode ter um ou mais versos e um poema pode ter uma ou várias estrofes.
As estrofes são designadas de acordo com o número de versos que as compõem.

Número de versos
Estrofe
2
Dístico ou parelha
3
Terceto
4
Quadra
5
Quintilha ou quinteto
6
Sextilha ou sexteto
7
Septena, septilha ou hepteto
8
Oitava
9
Nona ou noneva
10
Décima

Nos poemas é frequente (mas não obrigatório) haver rima. A rima acontece quando dois ou mais versos terminam com sons iguais ou semelhantes.
Exemplo: Caracol, Caracol,
         Onde vais com tanto sol?

Etiquetas:

 (in http://segundociclo.webnode.pt/products/texto-poetico/)

segunda-feira, 1 de maio de 2017

Concurso de leitura concelhio




Parabéns
à nossa querida Martinha Vasconcelos que tão bem representou a sua turma no concurso de leitura!!  (e à sua mãe que a acompanhou)

terça-feira, 25 de abril de 2017

Os piratas - de Manuel António Pina







Livro em PDF!

Manuel António Pina
Escritor
Resultado de imagem para manuel antonio pina
Manuel António Pina foi um jornalista e escritor português, premiado em 2011 com o Prémio Camões.Wikipédia
Nascimento18 de novembro de 1943, Sabugal
Falecimento19 de outubro de 2012, Porto
Magnum opusTodas as Palavras