Sejam todos muito bem-vindos! Depois de um ano de sucesso é chegada a hora de "mimar" o nosso blogue alterando-lhe o visual... ;) Alteram-se umas coisas, mas continua-se a apostar no mais importante: Partilha, Estudo e Brincadeira... para que possamos aprender sempre um pouco mais! Portanto mãos à obra, pois "Saber é Poder"!!! ;) Hugs and Kisses
RSS

quinta-feira, 19 de outubro de 2017

CD - Alimentação saudável

sábado, 14 de outubro de 2017

A terrra treme - simulacro





Foi proposto pela DGE a realização de um simulacro de Tremor de terra na sexta feira dia 13 às 11h40 (Hora adaptada à nossa escola)



Todos devemos saber como proceder em caso de catástrofe.



Formas de atuar  em caso de tremor de terra - BAIXAR, PROTEGER E AGUARDAR.





Na escola de São Bruno temos duas sinaléticas diferentes para catástrofes -

Toque Contínuo - Sinal de incêndio - Evacuação do edifício para os pontos de encontro no exterior
Toque descontinuo - Sinal de tremor de terra - Não se sai das salas... Baixar, proteger e aguardar.





sexta-feira, 13 de outubro de 2017

Outdoor Classroom Day / Dia de aulas ao ar livre

No dia 12 celebrou-se o dia de aulas ao ar livre.
Nós por cá também o fizemos... tivemos aulas de Inglês e Português ao livre!!!








quinta-feira, 12 de outubro de 2017

Preparar um país para eleições - CD

Preparar um país para eleições


Para realizar as eleições para a Assembleia Constituinte, no dia 25 de Abril de 1975, assistiu-se a um gigantesco trabalho de preparação e informação, com o objetivo de recensear a população e explicar como tudo iria decorrer.

Caras conhecidas da televisão explicaram o que eram, como funcionavam e para que serviam umas eleições. Outros surgiram a explicar o que era uma Assembleia Constituinte. Milhares de outros, gente anónima, em juntas de freguesia ou em casas do povo, fizeram o recenseamento de cerca de seis milhões de pessoas quase em tempo recorde, enquanto davam também as explicações necessárias para se poder votar em consciência.
A preparação do ato eleitoral para a Assembleia Constituinte, mobilizou o país muito antes da ida às urnas. Pela primeira vez a votação seria livre e universal e a maioria da população não fazia ideia do que isso era ou de como o fazer.

terça-feira, 10 de outubro de 2017

Acentuação gráfica (regras)

As Regras de Acentuação Gráfica

As palavras podem ser esdrúxulas, graves e agudas. Aprende a colocar, correctamente, os acentos gráficos.

  • 1 - Nas palavras esdrúxulas, a sílaba tónica é na antepenúltima sílaba.
    São todas acentuadas da seguinte maneira:

    • com acento agudo, quando a vogal é aberta: bado, cúmplice, índice;
    • com acento circunflexo, quando a vogal é média: paciência, mara.

  • 2 - Nas palavras graves, a sílaba tónica é na penúltima sílaba. Acentuam-se para não se confundirem com palavras que se escrevem da mesma maneira e para facilitar a leitura. Assim, são acentuadas da seguinte maneira:
    • as palavras terminadas em l ou u, seguidas, ou não, de scil, nus;
    • as palavras terminadas em ão e ã, seguidas, ou não, de sórgão, órfãs;
    • as palavras terminadas em um e unsálbum, álbuns;
    • as palavras terminadas em lnr e xvel, Cármen, âmbar, lix.

  • 3 - Nas palavras agudas, a sílaba tónica é na última sílaba. Têm acento agudo as palavras terminadas:
    • em ae e o abertos ou fechados, seguidos, ou não, de s (pás), a (avós);
    • em i e u seguidos, ou não, de s, quando precedidos de vogal com que não formem ditongo: país, baú (baús);
    • em ditongo eioi e eu seguidos, ou não, de s: papéis, faróis, chapéu;
    • em em ou ens quando têm mais do que uma sílaba: alguém, armazéns.

uma questão de acento...

http://cvc.instituto-camoes.pt/aprender-portugues/a-brincar/gramaticando.html

Exercício online sobre acentuação! :)

Jogo da acentuação


Aprende o que mudou com o acordo ortográfico e como aplicar as novas regras do português...

Clica na imagem ou no link abaixo e joga. Boa Sorte!



sexta-feira, 6 de outubro de 2017

Dia de São Bruno - atividade em sala de aula


As organizadoras das comemorações de 2017 do Patrono da Escola - São Bruno - Monge Cartuxo, desafiaram toda a comunidade escolar a fazer uma pausa em silêncio das 10h55 as 11h00 , hoje - sexta feira - dia 6 de outubro, nas suas turmas/atividades.

Esta simples pausa teve por objetivo simbolizar o tempo que estes monges Cartuxos passam em meditação.

Foi propostos aos alunos, nesses cinco minutos, que pensassem em 5 coisas boas nas suas vidas e quantas dessas coisas acontecem na escola de São Bruno.

O resultado foi muito interessante... afinal a escola tem mmmmmmmmuitas coisas boas!!!



quinta-feira, 5 de outubro de 2017

Dia do Patrono - exposição

Queridos alunos e EE,
Como sabem amanhã celebra-se o Dia do Patrono da nossa escola.
Assim, está uma pequena exposição no átrio de entrada para ser vista por todos ou pelos mais curiosos... 
Não deixem de a visitar!!

Dia de São Bruno - 6 de outubro


São Bruno nasceu na cidade de Colônia no ano 1035, de família nobre, terminara seus estudos na escola episcopal de Reims, na Alemanha onde, após a ordenação sacerdotal, voltou na qualidade de professor de teologia. Temos entre seus alunos Eudes de Châtillon, o futuro Papa Urbano II e Santo Huygo de Grenoble. Foi ordenado sacerdote na sua terra natal, dedicando-se ao ensino de teologia na arquidiocese de Reims por mais de 25 anos. Fundou a extremamente exigente Ordem Religiosa da Igreja: A Cartuxa. Os cartuxos procuram conciliar a vida comunitária e silenciosa com vida contemplativa. Na Cartuxa reside o silêncio total e absoluto como meio para chegar a Deus.

Reuniu em torno de si alguns companheiros dispostos a aceitar o desafio e fundou na região desértica de Chartreuse o primeiro mosteiro da ordem. O Papa Urbano II, ex-aluno de São Bruno, escolheu-0 para conselheiro e chamou-o a Roma. A estadia em Roma foi breve. Os monges, não se adaptaram à cidade (Construíram uma cartuxa junta às Termas de Diocleciano), e por isso tiveram a licença de voltar a Grenoble, enquanto o abade Bruno, deixando a Cúria Pontifícia, pôde descer à Itália meridional para erigir uma nova cartuxa, no modelo da francesa.

A Igreja, único lugar onde os irmãos se encontram para recitar o Ofício Divino, é coroada por pequenas casas de dois quartos, um térreo, destinado ao trabalho e outro superior, a morada do monge, onde ele ora e repousa. " O proveito e a alegria que a solidão e o silêncio do ermo trazem a todos os que O amam, só os que tiveram a experiência podem apreciar". Assim escrevia São Bruno a um amigo, pouco antes de morrer a 06 de Outubro de 1101, em Torre, na Calábria.

terça-feira, 3 de outubro de 2017

Sinais de pontuação - treino /jogos


Clica no Link ou na imagem.

Completa texto com os sinais de pontuação sugeridos. Depois verifica o teu exercício. 
Boa Sorte !






LINK: http://eb1ji-sacavaleiros.edu.pt/lacunassinais.htm


Clica no link (imagem abaixo) e realiza os exercícios que te são propostos
Não percas tempo, mas ...é bom pensar um pouco. 
Boa sorte!
Que sejas um/a  vencedor/a !

LINK: http://guida.querido.net/jogos/portug/pontua-1.htm

sinais de pontuação - revisão

Sinais de pontuação
Para facilitar a leitura e ajudar à compreensão dos textos, na linguagem escrita usam-se sinais de pontuação:

  ponto final - usa-se no final da frase e obriga o leitor a uma paragem;
  vírgula - separa os elementos da frase; marca uma pequena pausa;
  dois pontos - usam-se antes de uma citação ou de uma enumeração;
  ponto e vírgula - usa-se para separar orações coordenadas; obriga a uma pausa mas não termina a frase;
  ponto de exclamação - utiliza-se quando se deseja exprimir surpresa, receio, admiração, etc.;
  ponto de interrogação - usa-se para fazer uma pergunta;
  reticências - indicam que a frase está incompleta; assinalam uma hesitação ou uma pausa;
  travessão - utiliza-se nos diálogos para indicar a fala das personagens;
  aspas - introduzem palavras ou citações de outros textos;
  parêntesis - assinalam informações diversas.










Resumindo:

1. Sinais de pontuação
          . Ponto final
          . Vírgula
          . Ponto e vírgula
          . Dois pontos
          . Travessão
          . Reticências
          . Ponto de interrogação
          . Ponto de exclamação

2. Sinais auxiliares de escrita
          . Aspas
          . Parênteses curvos
          . Parênteses retos 
          . Asterisco
          . Chaveta
          . Barra oblíqua



  Os sinais de pontuação servem para tornar clara e expressiva a língua escrita. A sua correcta utilização é muito importante para a organização e compreensão de qualquer texto.
Ponto 
.
Marca uma pausa longa; assinala o final da frase. é seguido sempre de letra maiúscula.
A Maria acabou de lavar os dentes. Foi logo para a cama.
Vírgula 
,
Marca uma pausa breve; separa uma palavra ou um grupo de palavras no interior de uma mesma frase.
Logo que a Maria chegou a casa, a mãe pediu-lhe que fizesse os T.P.C.
Ponto e vírgula 
;
Marca uma pausa intermédia entre a vírgula e o ponto; separa frases extensas. Não é seguido de letra maiúscula.
A Maria pediu papel, caneta, tesoura; fez um lindo desenho para oferecer à mãe.
Ponto de interrogação 
?
Marca uma pergunta. É seguido de letra maiúscula quando marca o final de uma frase.

A Maria já fez os T.P.C.?
Ponto de exclamação 
!
Marca uma frase que traduz um sentimento forte (dor, alegria, espanto, etc..).É seguido de letra maiúscula quando marca o final de uma frase.



Muito bem! A Maria já fez os T.P.C! 
Reticências 
Marcam uma frase incompleta, inacabada. Podem aparecer no início, meio ou final de uma frase. Quando surgem dentro de parênteses indicam que foi feita uma supressão (corte) de palavras naquele texto.




A Maria não fez os trabalhos de casa….
Dois pontos 
:
Utilizam-se no discurso indirecto; numa citação, explicação e / ou enumeração.No fim do jantar a mãe da Maria perguntou:«Maria, já fizeste os T.P.C.?»
Travessão 
_
Marca o início de uma fala ou a mudança de interlocutor; pode ser usado para destacar no interior de uma mesma frase, uma palavra ou grupo de palavras.

Maria, já fizeste os T.P.C.? 


-Já vou fazer…


Parênteses ou parêntesis * 
( )
Utilizam-se para destacar palavras no interior de uma frase; permitem acrescentar comentários ou esclarecimentos.
Maria, já fizeste os T.P.C.? (pergunta a mãe já aborrecida). 
- Já vou fazer…
Aspas * 
« »
Utilizam-se no início e no fim de citações, transcrições de textos; para destacar palavras ou expressões pouco utilizadas: nomes de filmes, títulos de obras, etc..


No fim do jantar a mãe da Maria perguntou: « Maria, já fizeste os T.P.C.?»