Sejam todos muito bem-vindos! Depois de um ano de sucesso é chegada a hora de "mimar" o nosso blogue alterando-lhe o visual... ;) Alteram-se umas coisas, mas continua-se a apostar no mais importante: Partilha, Estudo e Brincadeira... para que possamos aprender sempre um pouco mais! Portanto mãos à obra, pois "Saber é Poder"!!! ;) Hugs and Kisses
RSS

segunda-feira, 27 de janeiro de 2014

Ajuda para o teste de fevereiro

Ficha de avaliação de Português - Fevereiro:

1ª parte:
Parte A
1.       Texto
2.       Perguntas sobre o texto: (Autor/ autor/ espaço da ação/ tempo da ação/ personagens/ tipo de narrador/ Verd e Falso)
3.       Sinónimos/antónimos
Parte B
1.       Texto (poema)
2.       Perguntas sobre o texto (localizar a ação no espaço… )
3.       versos, estrofes….
4.       recursos expressivos: comparação, personificação, onomatopeia….

2ªParte – gramática:
1.       Nome/pronome/adjetivo/verbo/determinante
2.       Funções sintáticas (sujeito/predicado/Complemento Direto/Complemento Indireto)
3.       Formação de palavras (palavras derivadas por prefixação, sufixação, prefixação e sufixação)
4.       Verbos – Modo Indicativo e Pret. – mais – que –perfeito composto

3ª Parte

1.       Composição – Diálogo (de 180 a 200 palavras)

sábado, 18 de janeiro de 2014

tempos compostos

Verbos: formação dos tempos compostos

Com os verbos ter ou haver

Entre os tempos compostos da voz activa merecem realce particular aqueles que são constituídos pelo verbo ter (ou, mais raramente, haver) com o particípio do verbo que se quer conjugar (principal).

MODO INDICATIVO
1) PRETÉRITO PERFEITO COMPOSTO. Formado do PRESENTE DO INDICATIVO do verbo ter com o PARTICÍPIO do verbo principal:
tenho cantado
tens cantado
tem cantado
temos cantado
tendes cantado
têm cantado 
tenho vendido
tens vendido
tem vendido
temos vendido
tendes vendido
têm vendido
tenho partido
tens partido
tem partido
temos partido
tendes partido
têm partido
2) PRETÉRITO MAIS-QUE-PERFEITO COMPOSTO. Formado do IMPERFEITO DO INDICATIVO do verbo ter. (ou haver) com o PARTICÍPIO do verbo principal:
tinha cantado
tinhas cantado
tinha cantado
tínhamos cantado
tínheis cantado
tinham cantado
tinha vendido
tinhas vendido
tinha vendido
tínhamos vendido
tínheis vendido
tinham vendido
tinha partido
tinhas .partido
tinha partido
tínhamos partido
tínheis partido
tinham partido

Fonte: Nova Gramática do Português Contemporâneo, Celso Cunha e Lindley Cintra, Editora Nova Fronteira, 2ª edição, 29ª impressão.

sexta-feira, 17 de janeiro de 2014

Verbos conjugados

Amigos,
mais uma vez aqui fica uma dica muito útil...
Para conjugar verbos: coloquem no google: CONJUGA-ME e escrevam o verbo que pretendem ver conjugado!

ou então cliquem na imagem:




segunda-feira, 6 de janeiro de 2014

Quantificador






tipos e formas de frases

Tipos e formas de frase 

Informação baseada no livro Palavras - 5.º Ano, Texto Editores

Qualquer frase representa um tipo, de acordo com a intenção de quem a usa.

Existem quatro tipos de frases:

  • Declarativa - serve para darmos uma informação (quando declaramos ou informamos alguma coisa).
  • Interrogativa - tem como intenção formular uma pergunta (quando perguntamos ou interrogamos).
  • Imperativa - tem como função dar uma ordem, um conselho, fazer um pedido (quando damos uma ordem).
  • Exclamativa - serve para transmitirmos sentimentos, sensações (quando mostramos admiração ou exclamamos algo).
A cada um dos tipos de frase corresponde um ou mais sinais de pontuação. Este sinal de pontuação corresponde, na oralidade, à entoação com que a dizemos.

Ao tipo interrogativo corresponde o «?», ao imperativo corresponde o «.» ou o «!», ao exclamativo corresponde o «!» e ao declarativo corresponde o «.» ou o «!».


Cada frase só pode pertencer a um tipo, mas cada tipo de frase pode ter uma das seguintes formas:

  • Forma afirmativa - quando afirmamos alguma coisa (ex.: A Joana canta bem.).
  • Forma negativa - quando negamos alguma coisa (ex.: A Joana não canta bem.).
Resumindo:

  • Cada frase só tem um tipo (de quatro tipos possíveis) e uma forma (afirmativa ou negativa).


  • Ao analisares uma frase, ela será do tipo X na forma Y.
      Exemplos:
      «O Luís não gosta de uvas.» (tipo afirmativo / forma negativa)
      «Salta para aqui!» (tipo imperativo/ forma afirmativa)
      «Não acredito nisto!» (tipo exclamativo/ forma negativa)


  • Forma da frase
    A frase pode ser negativa ou afirmativa. As palavras que dão ideia de negação são não, nunca, ninguém, nada...

    Tipos
    Intenções
    Marcas na escrita
    Formas
    Exemplos
    Declarativo
    Informar sobre um acontecimento, descrever uma situação
    Ponto final
    Dois pontos
    Reticências
    Afirmativa
    Hoje vou à feira.
    O tempo estava bom.
    Negativa
    Não gosto de vinho.
    Nunca fui à caça.
    Interrogativo
    Formular uma pergunta, apresentar uma dúvida
    Ponto de interrogação
    Afirmativa
    Tens um lápis?
    Vais de carro ou de bicicleta?
    Negativa
    Não és português?
    Não almoçaste?
    Exclamativo
    Exprimir sentimentos: satisfação, alegria, surpresa, indignação
    Ponto de exclamação
    Afirmativa
    És tão arrumada!
    Que lindo menino!
    Negativa
    Não arrumaste nada!
    Nunca fazes o que te digo!
    Imperativo
    Aconselhar, fazer pedidos ou chamadas de atenção, ordenar
    Ponto final
    Ponto de exclamação
    Afirmativa
    Deves comer menos.
    Senta-te!
    Deixem-me passar!
    Negativa
    Não te sentes aí.
    Nem penses nisso!
    Nunca vás por ali!





  • campo lexical X família de palavra

    Campo lexical é o conjunto de palavras ou expressões que se referem ao mesmo domínio da realidade.
              Por exemplo, se quisermos construir o campo lexical de vestuário, poderemos usar palavras como calças, camisola, meias, camisa, chapéu, sapatos, saia, vestido, etc.

              Outros exemplos:

                   . campo lexical de futebol: estádio, jogador, bola, equipa, árbitro, golo...;
                   campo lexical de escola: biblioteca, quadro, livros, cadernos, disciplina...;
                   . campo lexical de pintura: quadro, pincel, tinta, cavalete, tela, exposição...;
                   . campo lexical de floresta: pinheiros, faia, carvalhos, urso, caverna, pânta-
                      nos, lobo, javali, veado...
                   . campo lexical de mar: barco, areia, onda, marinheiro...






    Família de palavras é «um conjunto das palavras formadas por derivação ou composição a partir de um radical comum». 
    – marémarinheiro e marisco – são parte da família de palavras de mar e, ao mesmo tempo, do seu campo lexical. 
    No campo lexical de mar constam também palavras como ondacostalitoral ou corrente (marítima).

    Resumindo:
    • É um conjunto de palavras que têm a sua origem na mesma palavra primitiva.
    Ex. FLOR            florinha, floreira, floral, florescer, reflorescer.


    Aplica os teus conhecimentos AQUI!  (é um exercício sobre família de palavras)

    Bom Ano a todos :)