Sejam todos muito bem-vindos! Depois de um ano de sucesso é chegada a hora de "mimar" o nosso blogue alterando-lhe o visual... ;) Alteram-se umas coisas, mas continua-se a apostar no mais importante: Partilha, Estudo e Brincadeira... para que possamos aprender sempre um pouco mais! Portanto mãos à obra, pois "Saber é Poder"!!! ;) Hugs and Kisses
RSS

sexta-feira, 10 de março de 2017

Para o teste de gramática...

Revisões para a ficha de avaliação de Gramática

1- Verbos : copulativos/ principais/ auxiliares (p.212)
a)A Maria estava cansada. -> v. copulativo
b)A Maria foi ao cinema. -> V- principal
c) A Maria tinha feito o jantar, no dia anterior. -> V. auxiliar

        2- Verbos: Regulares / Irregulares ( p.214)
- V. Regulares -> O radical fica igual quando conjugamos o verbo.
Ex: sonhar; sonho; sonhei; sonhava; sonharei…
- V. Irregulares -> não mantém o radical igual quando é conjugado.
Ex: dizer; digo; direi…

3-Sujeito simples/ sujeito composto (p.224)
S. Simples -> só tem um grupo nominal;
Ex: Eu estou cansada.
S. Composto -> é constituído por mais do que um grupo nominal.
Ex: A Joana e a Rita estão cansadas.

4-Frase ativa/ Frase Passiva (p.223)
- Os alunos vieram pela estrada. -> F. ativa
- O trabalho será apresentado pelos professores.-> F. Passiva.

5- Vocativo (p.228)
- indica o interlocutor ( a quem nos dirigimos);
- separado sempre por vírgulas.
Ex: Maria, onde está a Rita?

6- Complemento Oblíquo ( p.226)
- é introduzido por G. Preposicional ou Adverbial;
- não pode ser retirado da frase, pois são exigidos por alguns verbos transitivos;
- não podem ser substituídos pelos pronomes LHE/LHES
Ex: Eles gostam de escrever.

7- Complemento Agente da Passiva (P. 226)
- função sintática desempenhada  por G. Preposicional, iniciada pela preposição POR;
- esta função sintática só surge nas frases passivas.
Ex: A composição foi escrita pelos alunos.

8- Predicativo do Sujeito (P. 226)
- O constituinte que se encontra À direita de um verbo  copulativo desempenha a função sintática de Predicativo do Sujeito;
- O Predicativo pode ser: um G. Nominal; um G. Preposicional; um G. Adverbial; um Adjetivo;
- Atribuem propriedades ao sujeito ou localizam-no.
Ex: Este livro é interessante.

9- Modificador (p.227)
- Não é selecionado pelo verbo, podendo  ser suprimido sem prejudicar o sentido da frase;
- Pode ter a forma de G. Preposicional ou G. Adverbial;
- Introduz novas informações na frase (ex: informação de tempo- ontem; de lugar – aqui; de modo – tranquilamente)
- Faz parte do predicado.
EX: O Manuel trabalha no Algarve.

10- Verbos: Tempos e Modos
- Modo indicativo;

- Modo imperativo: Ex: Marco, cala-te!

- Modo conjuntivo:
- é utilizado sempre que queremos falar de factos possíveis, desejos ou dúvidas;

- tem 3 tempos: Presente; Pretérito imperfeito; Futuro.

a) Presente – colocar QUE antes do pronome pessoal;
Ex: Espero que o Manuel arrume a sala.

b) Pretérito Imperfeito – Colocar SE antes do Pronome Pessoal;
EX: Reconhecerias o professor, se o visses?

c) Futuro – colocar QUANDO antes do Pronome Pessoal;
EX: Quando partires, sentirei a tua falta.


Tempos compostos… como se formam?
Para formar os verbos compostos conjugamos apenas o verbo auxiliar, enquanto o verbo principal fica sempre no particípio.

Os tempos compostos são os verbos auxiliares ter e haver ligados a um verbo principal no particípio, do qual resulta uma locução verbal.

Lembrem-se que o verbo principal fica sempre no particípio enquanto que o verbo auxiliar é que é conjugado no tempo pedido.

01) Pretérito Perfeito Composto do Indicativo:
Conjugar o verbo auxiliar ter ou haver no Presente do Indicativo e o principal no particípio, indica algo que tem ocorrido com frequência ultimamente.
Por exemplo:
Eu tenho estudado muito ultimamente.

02) Pretérito Mais-que-perfeito composto
O verbo auxiliar ter ou haver é conjugado no imperfeito do conjuntivo.
Exemplo:
tivesse brincado, tivesses brincado…
SE tivesses chegado mais cedo, terias ….





0 comentários:

Enviar um comentário