Sejam todos muito bem-vindos! Depois de um ano de sucesso é chegada a hora de "mimar" o nosso blogue alterando-lhe o visual... ;) Alteram-se umas coisas, mas continua-se a apostar no mais importante: Partilha, Estudo e Brincadeira... para que possamos aprender sempre um pouco mais! Portanto mãos à obra, pois "Saber é Poder"!!! ;) Hugs and Kisses
RSS

terça-feira, 21 de novembro de 2017

Histórias vividas, histórias contadas... (1º testemunho)

“Histórias vividas, Histórias contadas...”
1º testemunho: Ana Martins (assistente operacional)

Ana Martins, de 47 anos, nasceu em Timor. Com 4 anos viu-se obrigada a fugir do seu país, por causa de uma guerra.
Passou por vários países até chegar a Portugal e uma vez cá foi muito mal recebida.
Viveu em várias localidades. Fez o Ensino Básico (antiga primária) em Lisboa, na Escola Preparatória da Ajuda. Como mudou de localidade fez o 9º ano em Oeiras, tendo que abandonar os estudos nesta altura, devido a motivos financeiros – os pais passavam por dificuldades económicas.
Relativamente à escola, achava os professores “chatos”, era uma aluna rebelde, refilona e mal comportada, não trabalhava nas aulas e estava sempre com a “cabeça no ar”. Chamavam-na ” Maria- rapaz”, pois adorava jogar à bola e aos berlindes com os rapazes e como não simpatizava  com as raparigas batia-lhes. Apesar de não gostar de estudar e de ter péssimas notas, tinha uma grande paixão pela leitura dos clássicos do “Tio Patinhas”.
Frequentou o 6ºano na escola de Miraflores, onde conheceu uma funcionária que lhe transmitiu a paixão por esta profissão. Trabalhava no bar da escola e tratava os alunos com respeito e amor.
Antes de trabalhar na escola de São Bruno trabalhou num externato particular. Na nossa escola esteve 3 anos no bar dos alunos, 8 na biblioteca e está há 4 anos no corredor. Adora as crianças e faz tudo para ajudar os alunos da escola a serem felizes… Adora dar amor aos alunos e também o seu trabalho, não o trocava por nada!
Gostaria de sentir o seu trabalho mais reconhecido, pois tem a certeza que ninguém o faz de uma forma melhor.
Na sua opinião, a escola deve mudar. Os alunos devem perceber que não podem estar sempre a brincar, devem respeitar os adultos e ser educados…”se optarem por um mau caminho é esse caminho que vão seguir”!
Fica triste por ouvir os alunos a dizer palavrões ou a serem mal educados –“parece que me estão a dar pontapés”.
“A educação parte de nós, as coisas simples enchem-me o coração…sorrir, brincar, ser bem educado, respeitar” fazem-na sentir-se feliz!
Os conselhos que nos dá:
“Aprendam o máximo; sejam felizes e consigam um trabalho”;
“Filho és, pai e mãe serás! – ajudem os vossos pais”;
“Amor, simplicidade, humildade, respeito e carinho” – são princípios/valores fundamentais para o sucesso, para vencer na vida;
Por fim, revela que gostaria de ter os filhos perto de si, de os abraçar e que estes ainda hoje lhe pedem conselhos, pois sabem que a mãe é uma lutadora!
A nós, alunos do 6ºC, resta-nos agradecer a esta mulher lutadora e inspiradora pela partilha da sua história e pela lição que nos deu.

Obrigado Dona Ana 😊

0 comentários:

Enviar um comentário