Sejam todos muito bem-vindos! Depois de um ano de sucesso é chegada a hora de "mimar" o nosso blogue alterando-lhe o visual... ;) Alteram-se umas coisas, mas continua-se a apostar no mais importante: Partilha, Estudo e Brincadeira... para que possamos aprender sempre um pouco mais! Portanto mãos à obra, pois "Saber é Poder"!!! ;) Hugs and Kisses
RSS

domingo, 29 de janeiro de 2017

Complemento oblíquo e predicativo do sujeito



Complemento oblíquo 
O complemento oblíquo é uma função sintática exigida por verbos transitivos indiretos.
Não pode ser substituído por nenhum pronome.     
A presença do complemento oblíquo é fundamental para o sentido da frase, não podendo, por isso, ser retirado.
ex.
Lourença foi para a praia.
Jacob Orso vivia ali. 


http://brip.escolavirtual.pt/files/lessons/import_151127_095651/ma_gint/gint_00073/resources/5629437626286080.png Complemento agente da passiva
O complemento agente da passiva surge nas frases passivas, geralmente introduzido pela preposição por, precedida de um verbo conjugado numa forma composta, com o auxiliar ser. 
Na frase ativa, o complemento agente da passiva corresponde à função sintática de sujeito. 
ex.
Uma carta foi escrita pelo rapaz. 
O rapaz
 escreveu uma carta. 


http://brip.escolavirtual.pt/files/lessons/import_151127_095651/ma_gint/gint_00073/resources/5629437626286080.png Predicativo do sujeito
O predicativo do sujeito atribui uma propriedade, uma característica ou uma localização (temporal ou espacial) ao sujeito.
Ocorre sempre em frases com verbos copulativos: ser, estar, ficar, permanecer, continuar, parecer...

ex.
A Matilde é muito inteligente. 
O meu cão
 continua doente. 

0 comentários:

Enviar um comentário